Aceitação não é Passividade!

Não aceitar é brigar com uma realidade que está bem à nossa frente. Muitas coisas na vida ocorrem de uma forma que nós não desejamos.  Quando isso ocorre, surge um sofrimento ou conflito interior ao qual podemos chamar de não-aceitação. A mente costuma distorcer e nos fazer acreditar que agir da forma mais fácil que […] Leia mais…

Deixe um comentário




Aceitação não é Passividade!

Não aceitar é brigar com uma realidade que está bem à nossa frente. Muitas coisas na vida ocorrem de uma forma que nós não desejamos.  Quando isso ocorre, surge um sofrimento ou conflito interior ao qual podemos chamar de não-aceitação. A mente costuma distorcer e nos fazer acreditar que agir da forma mais fácil que […] Leia mais…

Deixe um comentário

Duas maneiras de encarar a vida

Podemos dizer que, didaticamente, há duas maneiras básicas de encarar a vida: de modo otimista ou pessimista. As duas visões se tornam concretas e distintas quando examinamos as reações decorrentes de algum fato desagradável. Um pessoa pessimista enxerga alguma contrariedade como ameaça, os problemas são insolucionáveis, definitivos e catastróficos. Já uma pessoa otimista encara os […] Leia mais…

Deixe um comentário




Duas maneiras de encarar a vida

Podemos dizer que, didaticamente, há duas maneiras básicas de encarar a vida: de modo otimista ou pessimista. As duas visões se tornam concretas e distintas quando examinamos as reações decorrentes de algum fato desagradável. Um pessoa pessimista enxerga alguma contrariedade como ameaça, os problemas são insolucionáveis, definitivos e catastróficos. Já uma pessoa otimista encara os […] Leia mais…

Deixe um comentário

Depressão tem cura?

A depressão afeta 322 milhões de pessoas no mundo, segundo dados divulgados pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Trata-se de um estado emocional anormal, classificada como doença mental, afetando de modo crônico pensamentos, emoções, comportamentos, percepções e interpretações. É acompanhada de desequilíbrios químicos no organismo e, diferente da tristeza, a depressão não exige um gatilho, […] Leia mais…

Deixe um comentário




Depressão tem cura?

A depressão afeta 322 milhões de pessoas no mundo, segundo dados divulgados pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Trata-se de um estado emocional anormal, classificada como doença mental, afetando de modo crônico pensamentos, emoções, comportamentos, percepções e interpretações. É acompanhada de desequilíbrios químicos no organismo e, diferente da tristeza, a depressão não exige um gatilho, […] Leia mais…

Deixe um comentário

Prevenção ao Suicídio através da ACT!

A Terapia de Aceitação e Compromisso (ACT: Acceptance and Commitment Therapy) associa processos de aceitação e atenção a processos de compromisso e mudança de comportamento para a criação de uma flexibilidade psicológica, enxergando o indivíduo preso a estratégias psicológicas disfuncionais – alguém que reage mal às frustrações e busca meios de evitar a dor. O […] Leia mais…

Deixe um comentário




Prevenção ao Suicídio através da ACT!

A Terapia de Aceitação e Compromisso (ACT: Acceptance and Commitment Therapy) associa processos de aceitação e atenção a processos de compromisso e mudança de comportamento para a criação de uma flexibilidade psicológica, enxergando o indivíduo preso a estratégias psicológicas disfuncionais – alguém que reage mal às frustrações e busca meios de evitar a dor. O […] Leia mais…

Deixe um comentário

Não se compare com outras pessoas!

O ato de se comparar com outras pessoas pode nos levar, muitas vezes, tem como base a desvalorização de si mesmo. Essa autodesvalorização pode desencadear emoções como: raiva, tristeza, inveja, ressentimento e ansiedade. O ato de se comparar com os outros pode chegar ao ponto, quando essas emoções são desencadeadas, da pessoa hostilizar o alvo […] Leia mais…

Deixe um comentário




Não se compare com outras pessoas!

O ato de se comparar com outras pessoas pode nos levar, muitas vezes, tem como base a desvalorização de si mesmo. Essa autodesvalorização pode desencadear emoções como: raiva, tristeza, inveja, ressentimento e ansiedade. O ato de se comparar com os outros pode chegar ao ponto, quando essas emoções são desencadeadas, da pessoa hostilizar o alvo […] Leia mais…

Deixe um comentário



Instagram